Weby shortcut
Logo Site Eng.Florestal
Logo UFG Site
original_twitter
original_facebook
original_YoutubePlay
original_Instagram

Informações Acadêmicas

Atualizado em 22/01/15 20:30.

Instrução Normativa 1/2012  adobepdf

 

Ingresso  

O ingresso no curso pode ser feito por meio de:

Processo seletivo anual, divulgado no site do Centro de Seleção da UFG Centro de Seleção UFG

 

Sisu, sistema informatizado do Ministério da Educação por meio do qual instituições públicas de educação superior oferecem vagas a candidatos participantes do Enem.

Mais informações no site oficial do SISU SISU ou no Centro de Seleção UFG Centro de Seleção UFG

 

Programa UFG Inclui: UFG inclui

 

 

Portador de diploma de curso superior reconhecido e registrado pelo MEC 

 

Tranferência que é a forma de ingresso de aluno egresso de outras instituições de educação superior (nacionais ou estrangeiras), regularmente matriculado ou com trancamento de matrícula, para o mesmo curso ou afim.

Convênio Cultura Poderá ser concedida, através do Programa de Estudante-Convênio de Graduação (PEC-G), a admissão na UFG a estudantes de países que mantêm acordos culturais com o Brasil.

Matrícula Cortesia que pode ser autorizada na condição de reciprocidade diplomática a portadores de visto diplomático ou oficial.

 

Reingresso

Já o reingresso  é a possibilidade de o estudante regressar ao curso de origem do qual tenha sido desvinculado em virtude da não efetivação de matrícula, desde que tenha prazo legal para integralização curricular e que não tenha se beneficiado do reingresso anteriormente. O reingresso só é permitido para o mesmo curso.

 

Aproveitamento de Disciplinas

Conforme artigos 27 e 28 do RGCG, o aluno ingresso na UFG terá direito a requerer aproveitamento de disciplinas cursadas anteriormente à data de sua matrícula

 

Trancamento de Matrícula

O Trancamento de matrícula Conforme Regulamento Geral dos Cursos de Graduação (RGCG), o trancamento de matrícula pode ser efetuado até 4 (quatro) vezes, consecutivas ou alternadas. Cada trancamento equivale a um semestre letivo e deve ser requerido em datas estabelecidas no calendário acadêmico.

O período correspondente ao trancamento de matrícula não será computado no prazo de integralização curricular.

 

Mudança de Curso:

Mudança de curso A mudança de curso está regulamentada pela Resolução CEPEC Nº869.

 

Verificação da Aprendizagem e Frequência:

O resultado da avaliação da aprendizagem será divulgado pelo professor responsável pela disciplina no SAA, até data estabelecida no calendário acadêmico, através de uma nota que deverá variar de 0,0 (zero) a 10,0 (dez), com no máximo uma casa decimal.

É obrigatória a frequência mínima de 75% da carga horária de cada disciplina. O controle da frequência às aulas será de responsabilidade do professor responsável pela disciplina, sob a supervisão da coordenadoria de curso. Compete ao professor registrar a frequência e, ao aluno, verificá-la.

 

Alunos com extraordinário domínio de conteúdo

Alunos com extraordinário domínio de conteúdo poderão solicitar à coordenadoria do curso avaliação por banca examinadora especial, para dispensa de cursar disciplina(s), conforme legislação em vigor.

 

Segunda chamada

Poderá solicitar segunda chamada o aluno que deixar de realizar provas previstas no plano de ensino, desde que não tenha mais de 25% de faltas relativamente à carga horária total da disciplina.

 O pedido de segunda chamada deverá: 1) estar acompanhado de justificativa e, quando for o caso, de documentação comprobatória; · 2) ser protocolado, no prazo máximo de três dias úteis após a realização da prova.

   Caberá ao professor responsável pela disciplina avaliação do pedido e decidir sobre o seu deferimento ou indeferimento. Em caso de deferimento do pedido, caberá ao professor responsável pela disciplina estabelecer nova data para a realização da prova. (Artigo 24 do RGCG).

 

Revisão de nota

 O aluno poderá solicitar revisão de nota, até setenta e duas (72) horas após a publicação da nota pela unidade acadêmica correspondente. A solicitação deverá ser formalizada por meio de requerimento fundamentado, dirigido ao diretor da unidade.

 

Tratamento excepcional

Conforme legislação em vigor, é assegurado tratamento excepcional no processo de ensino-aprendizagem: a) à aluna gestante, de acordo com a legislação em vigor; b) ao aluno com afecções congênitas ou adquiridas, infecções, traumatismos ou outras condições caracterizadas por incapacidade física ou psicológica, incompatível com a freqüência às atividades acadêmicas; e c) ao aluno portador de necessidades educativas especiais.

 

Mais informações acesse o site da PROGRAD UFG PROGRAD UFG

 

 

 

Listar Todas Voltar